Current track

Title

Artist


Amelinha, a doce voz que vem do Ceará

Written by on 15 de julho de 2020

Por LuckVeloso – Foto por Marcelo Tabach / Divulgação- Dona de uma das vozes mais marcantes da música popular brasileira, Amélia Cláudia Garcia Collares, popularmente conhecida como Amelinha, completa 70 anos no próximo dia 21 de julho. A cantora conta com uma vasta carreira, iniciada ainda nos anos 1970, junto a amigos como Ednardo, Belchior e Fagner, todos vindos do grande celeiro cultural que é o Ceará. O grupo inclusive recebeu o nome de “Pessoal do Ceará“.

Amelinha lançou seu primeiro disco em 1977, com produção do amigo Fagner mas o sucesso viria mesmo em 1979, com a composição que se tornaria sem dúvida, um dos seus maiores hits: “Frevo Mulher“, do disco homônimo. A consolidação de vez viria com a inacreditavelmente bela “Foi Deus Quem Fez Você“, de 1982.

A composição de Luiz Ramalho, ganhou na poderosa voz de Amelinha uma repercussão gigantesca em termos de Brasil e a música ficou em segundo lugar, no Festival MPB 80, da Rede Globo de Televisão. A prova de que nem sempre ficar em primeiro é o fundamental, foi a vendagem do compacto de Foi Deus Quem Fez Você, batendo a marca de mais de um milhão de cópias, ocupando ainda o primeiro lugar na grande maioria de rádios do Brasil.

Com suas músicas tocando a todo vapor pelo país, Amelinha lançou uma das músicas mais emblemáticas do ano de 1982: “Mulher nova, bonita e carinhosa, faz o homem gemer sem sentir dor”, do não menos incrível Zé Ramalho, com quem foi casada de 1978 a 1983. O tamanho do título se equipara à beleza da canção, que também batizou seu quarto disco, colocando o mesmo entre os 50 mais vendidos daquele ano.

Com a carreira consolidada, veio lançando discos regulares e em 2002 lançou ” Ednardo – Amelinha – Belchior – Pessoal do Ceará“, reunindo-se com os amigos do começo da carreira. Seu mais recente trabalho é o álbum “De Primeira Grandeza – As Canções de Belchior”, lançado em 2017, lançando merecida luz sobre o trabalho do também cearense e grande compositor Belchior,

A produção do disco é de Thiago Marques Luiz, onde a cantora é acompanhada por Caio Lopes (bateria), Fabá Jimenez (guitarra e violão), Ricardo Prado (teclado, baixo e sanfona) e Estevan Sincovitz (guitarra, violões e baixo), que também é diretor musical do disco. Confira as obras de Amelinha aqui, em nossa programação e comente abaixo e em nossas redes o que achou. Viva Amelinha!

Visite o Instagram de Amelinha!


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *